Sesi/Senai

ENTENDA O IDEB

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), visando possibilitar a medição da qualidade da educação básica brasileira, criou o índice de desenvolvimento, o IDEB em 2005. A partir daí, foram criadas metas bienais para o avanço na qualidade da educação em nosso país. O IDEB relaciona-se a dois aspectos fundamentais para a promoção da qualidade da educação: a aprovação escolar e o desempenho dos estudantes em língua portuguesa e matemática, durante a educação básica.


  2007 2009 2011 2013
Séries iniciais do Ensino Fundamental 4.2 4.6 5.0 5.2
Séries finais do Ensino Fundamental 3.8 4.0 4.1 4.2
Ensino Médio 3.5 3.6 3.7 3.7

PARA QUE SERVE O IDEB

Atualmente, escolas públicas e privadas participam do IDEB. Através dos resultados obtidos, pode-se identificar os investimentos necessários e também definir metas para promover o avanço desejado nos índices alcançados.

Através do IDEB, pode-se fazer uma análise da educação e das escolas brasileiras, por município e estado. Deste modo, consegue-se identificar onde investimentos são necessários e quais as metas precisam ser estabelecidas para o alcance da melhoria educacional.

Outro aspecto importante do IDEB é que ele conduz políticas públicas que visam a promoção de uma educação de qualidade em nosso país. O Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) tem como meta a média 6 no IDEB, em 2022, e os índices apontados em cada edição possibilitam o acompanhamento significativo da caminhada.

Toda a sociedade tem acesso aos resultados do IDEB. Deste modo, tem-se a oportunidade da mobilização da sociedade em prol da educação. Com a transparência dos resultados das escolas, os pais tem a possibilidade de acompanhar de forma mais significativa o processo de formação de seus filhos e também se posiciona na busca por melhorias na qualidade educacional por parte das instituições e do governo.